quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Vovozinhas e um efeito especial

Ah, a terceira idade. Período da vida em que as pessoas se transformam em poços de ternura e serenidade.



UHUUUUL \o/ [tirado do Kibeloco]

[provavelmente esse é o último post de 2009 do BMDP. FELIZ 2010!]

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Doce diet FAIL!

Cansado de tentar emagrecer? Você não aguenta mais fazer dietas bizarras que mais parecem macumbas? Não suporta mais que aquela sua tia que parou em 1984 olhe para você e comente como você está forte?

Pare de sofrer! Agora você pode perder peso de uma forma deliciosa! Chegou o novo Doce diet...han...Ayds.



FAIL!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Jingle Bells!

Junte uma tradicional musiquinha de natal, um garoto empolgado e uma interpretação bizarra

Juntou?

Agora tenha um Feliz Natal!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Poker Face - Versão Nipas malucos

Esse me foi apresentado pela Tãina (e depois também pela Xuxu)
Dá pra dar umas risadas...





Na onda Lady gaga, existe essa outra versão muito explicativa...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Mc Scooby e as Xoxoxetes

Sinto muito, muito mesmo...mas o Papai Noel me trouxe esse vídeo de presente e seria uma desfeita não postar.

Se você assistiu até o final, parabéns! Você tem um controle emocional impecável. Vá trabalhar em uma funerária.



A intenção inicial era postar a Kombi Branca, mas eis que sou intimado a postar isso.
Depois dessa experiência fantástica, só tenho uma coisa a dizer:

FELIZ NATAL!

Só pra registrar *Férias* - Rapazes alegres que choram

Pois eis que, num dia poçoscaldense comum de verão ( o que significa calorzinho, chuva às duas da tarde e, posteriormente, friozinho), Tia Terd sai com Dona Terda para fazer compras de natal. Tia Terd recebera $ e estava louca pra torrar com livros (o que de fato fez). Tia e Dona Terds entram na livraria, fuçam em tudo, e finalmente encontram uma coisa. Mas Tia Terd, compulsiva e indecisa quando o assunto é comprar livros, não conseguiu decidir naquele dia se comprava uma coisa, ou outra, ou todas elas...
No dia seguinte, elas voltaram acompanhadas de tias da Terd, e no dia seguinte também, e no seguinte, e no seguinte...

O ponto é que nós já voltamos tanto àquela livraria nesses últimos dias que o carinha que atendeu a gente lá tá quase me cumprimentando por nome (o que seria fantástico, ele é uma gracinha). Nós fomos num dia pra comprar presentes, depois voltamos pra ver outros, depois voltamos de novo (e eu estive indecisa esse tempo todo sobre comprar ou não o livro). Até que depois de alguns bons dias, voltamos [ontem] pra eu comprar.

O livro em questão é esse:





Cara, eu comprei a biografia da Madonna pra mim. o/


Compramos antes da chuva (modo poçoscaldense e amazônico de se referir ao tempo)... E continuamos andando pela cidade pra comprar presentes de natal pra N pessoas. Então, não se surpreenda, nós voltamos à livraria no mesmo dia (e depois voltamos de novo), porque minha mãe tinha resolvido comprar um livro pro meu irmão.

Aí, o cara que atendeu a gente nesses dias todos já veio dando risada e disse:
- Você fez um rapaz quase chorar hoje.

(Imaginem a minha expressão facial nesse momento)

- Hein?
- É, apareceu um rapaz (linguagem corporal para afeminado) aí hoje querendo comprar o seu livro da Madonna. Quando eu contei que tinham comprado há meia hora ele quase chorou.


Certo, agora imagine se eu chego na livraria meia hora depois...
Pensa em duas donas de casa daquelas "Miss Lagi 1970" se debatendo numa liquidação da Marisa porque as duas querem uma blusa G verde diarréia lindíssima que combina com aquela bijuteria do natal passado e com o sapato novo de plástico que ela ganhou do marido.

"CADELA!!! VADIA!!!! SOLTA!!!! É MEU!!!  LARGA!!!"


...
Pobre rapaz alegre...

É MEU, HÁ!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Tia Terd Interpreta (e traduz): Wannabe

O Tia Terd Interpreta de hoje é especial, [Bulhões mode (X) On  (   )Off]  além de mostrar as nuances obnubladas, veladas, obscurecidas pela nossa visão pouco perspicaz, que não penetra (ui) nas linhas mais inusitadas da música [Bulhões mode (  ) On (X)Off], Tia Terd também traduzirá um clássico. Sim, além de desanuviar os olhos desatentos, hoje compartilharei do meu abominável inglês das neves com vocês.

Todo mundo sabe essa, nós tivemos infância. É uma homenagenzinha às aulas do Zeca, HÁ!





OBS: Vocês notarão que não são elas no vídeo... é porque não tinha um que pudesse incorporar com elas (não à primeira vista. lembrem-se de que a minha internet aqui é bem ruim... Se você quiser ver o vídeo como ele é, com as Mels pulando, clique aqui)


Wannabe (Spicegirls)




Yo, I'll tell you what I want, what I really really want,
So tell me what you want, what you really really want,
[Oi, Will. Vou te contar o que eu quero, o que eu quero mesmo mesmo
Sô, me conta o que você quer, o que você mesmo mesmo quer.]

Ela chegou para conversar com o Will, amigo mineiro dela. A conversa começou numa boa, nem parece que vai acontecer alguma coisa aí...




I'll tell you what I want, what I really really want,
So tell me what you want, what you really really want,
[Will, me diga o que eu quero, o que eu quero mesmo mesmo
Sô, me conta o que você quer, o que você mesmo mesmo quer.]

Percebam que Will está quase xingando ela. O que será que essa cidadã mesmo mesmo quer?



I wanna, I wanna, I wanna, I wanna, I wanna really
really really wanna zigazig ha.
[Eu quero, eu quero, eu quero, eu quero, eu quero mesmo
mesmo mesmo quero zigazig ha]

Eita ferro! A menina é gaga! Mas para mostrar que somos todos iguais, as minas do tempero fizeram uma música na qual a gaguinha chama o amigo dela na xinxa.



If you want my future forget my past,
If you wanna get with me better make it fast,
Now don't go wasting my precious time,
Get your act together we could be just fine
[Se você quer meu futuro, forge a minha pasta.
Se você quer me dar uns pegas, bata naquele gordo.
Não, não vá prendendo meu precioso tempo,
Pegue sua atuação, juntos nós podemos ser Justin bem.]

Parece até teste do sofá essa coisa de pedir pra forjar a pasta. Que diabo de pasta é essa? E o que ela tem contra o coitado do gordo? Sem contar que nem bem deu uns pegas no Will e já tá botando condição. Que menina chata. Mas olha, o melhor mesmo dessa parte é a citação. Podemos ser Justin, baby! Hmmmm...


I'll tell you what I want, what I really really want,
So tell me what you want, what you really really want,
I wanna, I wanna, I wanna, I wanna, I wanna really
really really wanna zigazig ha.
[Will, me diga o que eu quero, o que eu quero mesmo mesmo

Sô, me conta o que você quer, o que você mesmo mesmo quer.]
Eu quero, eu quero, eu quero, eu quero, eu quero mesmo

mesmo mesmo quero zigazig ha]

Perceba que Will se faz de desentendido. Acho que ele não quer comer, hein? Deve ser baranga...
 
 

If you wanna be my lover, you gotta get with my friends,
Make it last forever friendship never ends,
If you wanna be my lover, you have got to give,
Taking is too easy, but that's the way it is.
[Se você quer ser meu amante, você tem que gritar bruxa pros meus amigos.

Faça isso pelo menos pra sempre, amizade nunca termina.
Se você quer ser meu amante, você tem que dar.
Pegar é muito fácil. Bunda, esse é o caminho..]

Gritar bruxa pros meus amigos deve ser piada interna. Se pá a Victoria chamava uma das Mel X assim, né? Devia ser carinhoso, vai saber... O ponto é que a menina está exigindo que o Will dê. Ela quer abrir os horizontes do menino. Será que o Samwell gostava delas? Se pá ele se inspirou nelas, né? What What, in the Butt...




What do you think about that now you know how I feel,
Say you can handle my love are you for real,
[O que você pensa sobre aquilo agora que você sabe como eu me sinto?

Sei que você pode lidar com meu amor com quatro reais]

Bom, Will deve estar bem puto, né? Mas pensa bem, quando é que você imaginou que pegaria uma Spice Girl por quatro reais? Pensa bem, Will... Pensa bem....

I won't be hasty, I'll give you a try
If you really bug me then I'll say goodbye.
[Eu não vou ser umagarotinhamaladocaralho, vou te dar uma tentativa
Se você realmente me insetar, então eu eu vou te dar um bom tchau.]

Plausível. Insetos são nojentos.


Yo I'll tell you what I want, what I really really want,
So tell me what you want, what you really really want,
I wanna, I wanna, I wanna, I wanna, I wanna really
really really wanna zigazig ha.
If you wanna be my lover, you gotta get with my friends,
Make it last forever friendship never ends,
If you wanna be my lover, you have got to give,
Taking is too easy, but that's the way it is.

Repetitiva, ela, né? Acho que o Will não está muito receptivo, mesmo que ela tenha estipulado esse preço de camelódromo.

So here's a story from A to Z, you wanna get with me
you gotta listen carefully,
[Sô, aqui tem uma história de A até Z, você precisa pegar comigo
Você precisa ouvir cuidadosamente.]

We got Em in the place who likes it in your face,
we got G like MC who likes it on an
Easy V doesn't come for free, she's a real lady,
and as for me you'll see,
[Nós temos Em um lugar que gosta de gente com o seu perfil.
Nós temos G como M e C, todo mundo gosta.
Fácil, V, não vem de graça. Só pra senhoras com reais.]

Will, então, oferece uma leitura pras meninas. Se pá é auto ajuda. Alguma coisa como "Como ser normal de A a Z". Depois ele sugere que as Mels e a Victoria (vejam as mil letras das Mels, e o V de Victoria) gastem seus reais numa clínica de reabilitação. Lá com certeza tem esse livro... Mas acho que Will cavou a própria cova. Nunca rejeite uma mulher. Menos ainda se forem cinco.


Slam your body down and wind it all around
Slam your body down and wind it all around.
[SOC, BOOM, DOOP, ARC, POW, SCABENGA!
SOC, BOOM, DOOP, ARC, POW, SCABENGA!]

Dito e feito. Aqui jaz Will, o cara que rejeitou cinco mulheres de uma vez, sô.
If you wanna be my lover, you gotta get with my friends,
Make it last forever friendship never ends,
If you wanna be my lover, you have got to give,
Taking is too easy, but that's the way it is.


If you wanna be my lover, you gotta, you gotta, you gotta,
you gotta, you gotta, slam, slam, slam, slam
Slam your body down and wind it all around.
Slam your body down and wind it all around.
Slam your body down and wind it all around.
Slam your body down zigazig ah
If you wanna be my lover.

E quem diria que havia uma trama de rejeição e morte por trás disso, não? É por isso que marcou gerações. Praticamente uma ode shakespeariana!

domingo, 20 de dezembro de 2009

Post inútil

A pergunta que não quer calar .... (sejam criativos na resposta) [música de suspense]
O que exatamente o Braúlio faz na espuminha (quando ele entra lá e não é pra dormir)?

Saudade de todos !!!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Quem é essa pessoa? [15] - Especial Acadêmico

Tá bom, eu sei que estamos de férias e ninguém quer ouvir falar na palavra "acadêmico". Mas isso que eu vi hoje no Jornal da Cidade me deixou estarrecido (obrigado Terd pelo vocabulário!)



Vamos lá, quem é esse senhor todo maroto e sorridente?





Você com certeza já ouviu falar dele, seja na aula da Gobbi, do Chama, da Vanessa, do PCC. Ele é um ícone!





























Não sabe? Veja então o original no JC:


Cara, é o tal do José Marques de Melo! Você imaginava que ele seria assim, todo marotão?

"Ai Pinguim, que coisa mais nerd!", mas é ele, gente!

Pra quem quer saber como ele saiu no jornal, ele esteve esses dias na Unesp avaliando os cursos de comunnicação.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Então é Natal!

Feliz Natal, pessoas!

Época de cds da Simone tocando interminavelmente e especiais do Roberto Carlos (pros quais sua mãe e suas tias se juntam ao redor da TV e monopolizam tudo, impedindo que você veja "Esqueceram de Mim" na Record ou no SBT)
Época de ganhar meias marrons daquela sua tia gorda que sempre ressalta o quanto você cresceu/emagreceu/está bonito, de abraçar todo mundo da família, até aquela sua prima gostosa que nunca olhou na sua cara... Época de comer panetone, chocotone, peru, chester, ameixas, etc etc etc, todas essas coisas que você nunca vê no resto do ano!
Época de fazer amigo secreto e ganhar aquela saboneteira de R$1,99 que você sempre quis (lembre-se, você deu aquele panetone que ganhou dois dias antes no colégio. Está repassando, não reclame!)
E principalmente, é época de fingir que foi bonzinho durante o ano pra que seus pais (Não, Papai Noel non ecziste!) te dêem aquele presente mais caro que você passou o ano todo querendo...

É o Primeiro Natal do Blog Maldito da Porra, não é lindo?
No clima do natal, eu, Terd, desejo a todos os leitores da porra e às pessoas malditas da porra, um feliz natal com muita música da Simone, panetone, alimentação excessiva e planos de dieta pro ano que vem!

Aêêêêê!!!!
\o/
Já sei.. “Olha, a Fants/Fantinha/Mizica/Mi/Mirela postou! Vai chover canivetes...”
Chover canivetes é do tempo da minha avó, mas tudo bem.. Ta valendo!
Bem, pra terminar bem o ano em Bauru é óbvio que precisava acontecer algo bem Fantinha, né?
Quinta-feira teve jogo feminino e masculino, voltamos a pé e quebradaços pra casa. Acordei na sexta com uma puta dor nas costas e bem cansada, mas bora arrumar a mudança do Alf...Almoçamos eu, Alf e minha sogra e aí nos despedimos...
Quando parei pra olhar o meu apê... uau! Que zona!
Percebi que se minha mãe chegasse e encontrasse minha casa daquele jeito, eu ia embora de Bauru e não ia mais voltar.. ever...
Tarefa legal para se despedir da cidade: arrumar a casa.. ¬¬’
A louça, como sempre, tava suja, havia roupa jogada pela casa, cabelos no chão, coisas antigas na geladeira e assim vai...
Naquele vuco-vuco de joga isso fora, coloca isso ali, coloca isso aqui (sem malícias, pessoal), vi que o meu panda de roupa suja (eu tenho um panda como cesto de roupa suja..) tava cheio... Então, é claro que uma filha exemplar como eu pensou “Ah, por que não fazer uma surpresa pra minha mãe?”
Separei as roupas em coloridas/brancas e levei primeiro as brancas pra lavar...
A lavanderia fica a 10 quadras da minha casa e pra ir todo santo ajuda: é uma descida sem fim. Já pra subir é outros 500.
Então, levei as roupas brancas, coloquei na máquina e subi pra pegar as roupas coloridas. É, eu não consegui fazer em uma viagem só porque tinha coisa demais...
Quando tava levando as roupas coloridas, passei no banco pra tirar dinheiro... Não tinha tanto dinheiro quanto eu pensava que ia ter (nessas horas eu me pergunto por que eu namoro/sou casada com duas pessoas de humanas? =P ).... O que fazer? Ou melhor, o que não fazer?
Bem, resolvi economizar na lavanderia. Como era 8 pra lavar e 10 pra secar, resolvi que ia secar as roupas coloridas em casa... em um apartamento minúsculo e sem ventilação... sendo que eu meus pais chegavam por voltas das sete e eram 5 horas da tarde... É ÓBVIO que isso era o que eu não devia fazer, mas....eu fiz!
Ah, pra completar, na lavagem das roupas coloridas (justo nas roupas coloridas) a moça da lavanderia esqueceu de colocar amaciante na hora certa e colocou quando o nível de água já estava baixando... todas as roupas ficaram manchadas de branco do amaciante...
Subi de volta pra casa com uma mochila de acampamento nas costas (roupas molhadas), uma mala na mão direita (roupas molhadas) e uma sacola (roupas secas)... 10 longas quadras de uma subida infernal...
Cheguei, quase morrendo, em casa e fui colocar tudo pra secar... não tinha espaço no varal o suficiente.. ¬¬’
Resultado: Fiquei com dor nas costas por três dias, minha mãe ficou puta porque acabamos viajando naquele mesmo dia pra casa da minha avó e tivemos que levar as roupas molhadas em uma mala, e mais puta ainda porque quando chegamos em casa teve que lavar tudo de novo porque o amaciante não saía das roupas...
E ai, durante a viagem de Monte Alto (casa da minha avó) pra São José (casa dos meus pais) minha irmã me contou uma coisa que mudou a minha vida.
Ela estava lá relatando um episódio do South Park pra mim e de repente ela falou de um personagem e tudo ficou claro:








=













=









!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Imagens:

Fanta = http://www.underconsideration.com/brandnew/archives/fanta_01.jpg
Laranja = http://pplware.sapo.pt/wp-content/images2008/photoshop05/imagem_photoshop05_01.jpg
Kenny = http://risingphoenix.blog.uol.com.br/arch2006-11-12_2006-11-18.html

Andanças bauruenses

[Sim, esse post é um Plantão Bauru em Férias. É que como ainda estamos no começo, e ainda temos 2 meses pela frente - UHUUUUUUUULLL! - eu resolvi usar outro nome]

Acredite, o centro de Bauru pode surpreender até mesmo um bauruense. Mas hoje eu não estou falando de mais alguma bizarrice divertida do calçadão. Hoje, voltando da auto escola, descobri um café muito legal, o Café Manila.

"Ah tá, um café. Se for só isso eu vou em algum do shopping" Calma que não é só por ser um café...

Para quem não sabe, ou não se lembra daquela aula de geografia do sudeste, Bauru se desenvolveu por causa das ferrovias. Por isso, a estação ferroviária de Bauru é tão grande [aquele prédio do "fora Geraldo", pra quem viu o nosso trabalho do Zeca]. E por isso, no centro existem vários hotéis que eram bem movimentados nos anos 1950/1960 e que hoje, pelo jeito, já não são tão movimentados assim. Alguns até são bem decadentes, outros ainda se preservam.

O legal desses hotéis é que a arquitetura deles é bem característica dessa época, o que faz deles prédios muito bonitos, quando conservados. [ficadica de uma reportagem]

Então, estava eu andando na rua 1º de agosto [dia do niver de Sandubacity], procurando uma banca de revistas para comprar a Rolling Stone de dezembro. Nessa rua tem uma banca com TODAS as revistas que você imaginar, é impressionante. Muito bem, comprei minha revista, saí da banca. Quando, ao lado do Hotel Alvorada, eu vejo "Café Manila". Entrei disposto a só pedir um expresso [um tanto viciado em café que sou], pagar e ir embora. Mas eu tive que sentar um pouco.

Primeiro que o lugar é muito bom. Imagine que você está no centro de Bauru, o povo andando na calçada, os carros buzinando, o calor do capeta, daí você entra num lugar quieto e fresco! Além disso, lá tem vários jornais e revistas pra quem quiser ler alguma coisa, ou só pagar um pouco de cult ["Pinguim, você comprou uma Rolling Stone e foi tomar café. Quem aqui pagou de cult?" ok ok, eu admito]. O melhor ainda estava por vir: 2 tvs de plasma passando clipes daqueles que todo mundo continua a música se alguém começar a cantar. Hotel California, por exemplo...

Sentei para tomar o café e ví que no fundo tinha uma escada em espiral de mármore e uma passagem lateral. Minha curiosidade de criança pentelha falou mais alto e fui ver para onde dava a passagem. Dava para a recepção do Hotel Alvorada. Daí eu percebi como aquele hotel é bonito, passo várias vezes por ele e nunca tinha reparado. É aquele tipo de hotel que não perdeu a beleza com o passar dos anos, só faltava um pianista e uma cantora de jazz para ficar perfeito.

Foi legal descobrir esse tipo de coisa na minha cidade. Acho que poucas pessoas param e percebem isso, enquanto andam pela 1º de agosto. Aí eu tive que voltar para a Rodrigues Alves e pegar o ônibus, voltar para aquele calor do capeta e para aquele povo lindo do calçadão...

Se algum dia alguém quiser, é Café Manila, na 1º de agosto [pegue o ouro verde, desça na rodrigues...]

Boas Férias =)

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Barbie chica

Barbie Girl é uma música odiosa, isso todos nós concordamos. Mas ela pode ficar bem pior. Sim, acredite!

E não vá tentando adivinhar o resto do post, porque não, eu não estou falando daquela versão criminosa da Kelly Key.

Estou falando disso...



¡Ai, por Dios!

[não se esqueçam de dar comida/água pro Bráulio, o roedor que habita esse blog lá em baixo]

sábado, 12 de dezembro de 2009

Cuide do Bráulio

Desça na janela e veja, embaixo dos seguidores, o nosso novo mascote.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Hey Mickey! - homenagem à Tãina

A pedidos da Tãina, que dança essa música de uma forma...han...fantástica!



Repararam no sapato de Ronald McDonald dela...e nos efeitos especiais (nem tão especiais...)

Mas isso não é tudo. Seguindo a onda "Sandy estragando músicas", Xuxa, lá pelos anos 80, vem e grava isso:



Yoko, você lembra disso??

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Bate com a Bunda

Gente, depois de "what what, in the butt" eu achei essa coisa absurda aqui, que promete ser o novo hit do funk no verão.


São imagens fortes, o comentário mais contido vai ser "Ai, meu Deeeeeeeeeeeeeeeeeus"



"Essa é as Tequileiras dando uma surra de bunda"
Acho que o professor Pasquale tá precisando tomar uma surra de bunda, hein?

Tem outro vídeo com outro ângulo aqui, ó...







(a parte divertida desse é a parte que a do canto direito cai no colo do cara e conta pra galera que ele não tá... emocionado com o movimento cultural)

Já nem sei mais o que dizer... só espero que elas tenham tomada banhinho direitinho antes de dar surra de bunda em desconhecidos O.o

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Tia Terd Interpreta: Prova Surpresa!

Tia Terd está de volta, interpretanda mais uma pérola da música brasileira. Sim, todo mundo se lembra dessa aí. Foi HIT em 1998. Sim, nós éramos criancinhas em rodopios primaveris, então (como sempre) não percebíamos o que estávamos cantando. Mas vejam só, o Tia Terd interpreta de hoje não dará a coisa mastigada para vocês. Como é o último Tia Terd Interpreta do ano letivo, e provavelmente vocês não estarão mais ao meu ladinho quando sair o próximo (será um combo, preparem-se!), a iterpretação de hoje será um teste para saber o quanto vocês evoluíram no quesito "maldar as coisas", e ainda fui boazinha, hein? Coloquei uma música leve...

 Leiam a letra (ver o vídeo não é aconselhável) e me digam se ela é assim pura, casta, virginal e voltada para pedreiros como nós achávamos antigamente.









Padá, padá padá padá padá dá
Carrinho de mão
Padá, padá padá badá bá
Carrinho de mão
Padá, padá padá badá bá


essa é a onda
Essa é a onda do carrinho de mão

Eu vou mostrar pra menina e para o rapaz
A onda do carrinho de mão é assim que se faz
Com jeitinho eu seguro a sua mãozinha
Depois aliso com carinho sua cinturinha


Empine o corpinho para frente e os braços para trás
A onda do carrinho de mão é assim que se faz
A mocinha vai pra frente e o mocinho vai pra trás
Na onda do carrinho de mão é assim que se faz


Que dança é essa meu rapaz

Carrinho de mão
Padá, padá padá badá bá
Carrinho de mão
Padá, padá padá badá bá

Essa é a onda
Essa é a onda do carrinho de mão




No miudinho, miudinho eu vou
Nesse carrinho eu vou até Belô
Em cima embaixo levantando as mãos
Espanta solidão nesse som de Salvador




Vejam bem, Tia Terd viu mão boba (se bem que essa, além de bissexual, não é só boba... Tá mais uma mão retardada mental do que boba... mas enfim), vi bizarrice siririqueira (o cara levanta a mão! Tipo... como assim? Deu um shoryuken na mina?), predileção por japoneses e várias outras coisinhas... Valendo 10, o que você maldou?

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Combinação apocalíptica...

Hoje é segunda-feira, vamos fazer um esforço mental para imaginar tudo isso:

Junte 3 caras sem nenhuma vergonha alheia, que frequentam academias e amam o supino, e que na infância assistiam aos clipes do Backstreet Boys e pensavam "quero fazer isso um dia".

Pensou? Tá, eu sei que foi difícil, mas ainda não acabou...

Agora pense nas 3 namoradas (ou coisa parecida) dos 3 caras, que também não têm vergonha alheia e que leram Crepúsculo e pensaram "isso é o futuro da humanidade!"...nada pessoal aos que leem Crepúsculo =)

Agora só para piorar um pouco, acrescente o fato dos 3 caras terem uma banda e um pouco de narcisismo em tudo isso.

PRONTO! Nossa, Pinguim, de onde você tirou tudo isso?

Daqui:



Achei isso no Não Salvo (Gobbi diz "Plágio é crime...pode derrubar o seu TCC")
E sinceramente espero que eles não estejam na Mtv daqui há alguns dias...

(não, não foi marcado como um vídeo fantástico...faça-me o favor, hein!)

sábado, 5 de dezembro de 2009

Joguinho Divertido

http://clickjogos.uol.com.br/Jogos-online/Puzzle/Clickplay-2/

É divertido. Faça sempre o que parece que tem que ser feito (por mais imbecil que seja)


Eu cheguei até o nível 21, mas não consigo passar desse ¬¬

Eliana canta: Vai tomar no..

...cuuuu





Essa é clássica. Pra quem nunca viu, tá aí ^^